Juntos somos um…carro

Poderia ser apenas uma carro batido.

Se a matéria prima não fosse feita de pessoas.

Essa é a proposta da artista plástica Emma Hack. Ela colocou doze mulheres e cinco homens juntinhos para pintar uma obra de arte feita de gente. Foram exatamente 18 horas para retratar um carro batido nos 17 modelos.

Segunto Emma, algumas [partes] eram bem óbvias, como os pneus, o rosto como espelho lateral e o braço como parachoque. No estúdio, Emma pintou cada modelo antes de colocá-los na posição para formar o veículo.

A trabalheira conceitual tem rendido muitos resultados em termos de divulgação. “Tecnicamente, este provavelmente foi o trabalho mais difícil que eu já realizei. É realmente mágico como ele se popularizou.” – comemora a artista pela segunda vez. A primeira vez a ganhar fama foi com o clipe “Somebody That I Used To Know” da banda Gotye.

Here Balloons! Estacione!

Coreia do Sul é um país desprovido de petróleo. Seul, uma cidade onde o consumo de gasolina é um dos mais alto do mundo. A situação está piorando. A utilização do automóvel só tem crescido e os custos do petróleo estão subindo, convenientemente… Lugares de estacionamento são escassos por isso pessoas estão ainda mais estressadas.

Imagine que todos os dias, um motorista de Seul vagueia 500m para encontrar um espaço de estacionamento. Em um mês, isso equivale a 15 km, ou 1 litro de gasolina!  A agência Cheil Worlswilde criou uma campanha para a S-OIL, uma das quatro companhias de petróleo na Coréia do Sul, através de uma ação muito simples e criativa com o intuito de economizar o petróleo.

Confira o vídeo abaixo:

Onde tem vaga? Agora cadê meu carro?

Graças a Shih Chang-Chi, Huang Shao-Heng e Wang Shou-Yu, você não vai mais precisar rodas de carro até achar uma vaga no estacionamento ou para achar o carro na hora de ir embora. Tudo isso porque eles criaram um ticket de estacionamento que indica onde você pode estacionar, e ajuda a lembrar onde deixou o seu carro.


O funcionamento é simples: a cancela imprime um mapa do estacionamento, mostrando qual local está livre para você deixar o seu automóvel. Daí é só estacionar e, se na hora de ir embora você não se lembrar onde fica a vaga, é só usar o ticket como guia até o carro.

 

Chega logo ao Brasil!

Garrafa Pet cobrindo estacionamentos…

Em tempos de sustentabilidade, garrafa pet é usada como matéria prima para decoração e até transformação em tecido. Tem coisas que dão certo, mas tem outras em que o bom gosto passa voando, né?

Na experiência abaixo vemos garafas formando uma bela cobertura para carros. Dá para mudar as cores conforme a cor do líquido nas garrafas. O projeto é do designer norte-americano Garth Britzman, o qual resolveu formar desenhos abstratos com as cores dos conteúdos. Boa ideia para se adaptar por aqui!

Embaixadinhas no sinal driblam a concorrência

Aí você olha para essa ação e diz: Putz como ninguém pensou nisso aqui no Brasil?! Afinal, o país do futebol, da embaixadinha e, sem dúvida, do pedinte no semáforo, é o nosso. Mas foram os coreanos que colocaram essa simples ideia nas ruas e marcaram um golaço, com o perdão do trocadilho infame.

Para promover a marca Hyundai, atletas das embaixadinhas devidamente uniformizados com a marca, praticavam embaixadas na faixa de segurança, chamando a atenção não só de motoristas mas de pedestres também. Rolou até interação com quem passava pela região. E o mais formidável: tudo na frente de uma grande loja Renaut.

Será que algum publicitário desse brain, esteve no Brasil presenciando nossos artistas do sinal para sugerir essa ideia?

Coca Cola leva clima de cinema para o trânsito de Bogotá

O trânsito das grandes cidades é um dos principais responsáveis pelo estresse dos seus moradores. Principalmente por eles ficarem horas e mais horas parados nas ruas. Em Bogotá, capital da Colômbia, não é diferente.

Percebendo isso, a Coca Cola resolveu transformar um momento de raiva da população em felicidade. A ideia foi a de levar um clima de cinema para as ruas de Bogotá, com direto até a lanchinho.

A ação Auto Cine Coca Cola foi instalada na principal avenida da cidade em um imenso telão, exibindo uma série de curtas. Para aumentar a interação com o público, todos os vídeos tinham os sons transmitidos através de uma estação de rádio criada pela própria marca.

%d blogueiros gostam disto: