Saraguato/WTL comemora com Amarula sucesso de ação realizada para a Bacardi

Aqui o velho ditado “em casa de ferreiro o espeto é de pau” não tem vez. Ao contrário, também internamente a agência não perde a oportunidade de colocar em prática ações criativas para reforçar marcas e conceitos. Para agradecer o apoio  dos funcionários em mais um negócio de sucesso e comemorar o resultado da ação criada para o cliente, a agência surpreendeu seus colaboradores ao fim do expediente de segunda-feira, dia 30 de julho, com uma rodada de Amarula oferecida por promotora uniformizada.

A escolha do Amarula não foi à toa. A Saraguato comemorava o sucesso da ambientação da Convenção de Vendas da Bacardi, que lançou, durante o encontro, ontem, dia 2 de agosto, a campanha de incentivo Amarula 2012. Como um dos prêmios da campanha é o “Shark Diving”, mergulho com tubarões na África, origem do fruto da amarula,  a equipe da Saraguato compôs um clima para que os funcionários da Bacardi tivessem a mesma sensação do fundo do mar, inclusive com direito a intervenções de tubarões infláveis. Além disso, os participantes ganharam kits com motivos relacionados a  esportes que podem ser praticados na África, destino do vencedor da campanha.


“Estamos alinhados com a Bacardi na ideia de que as pessoas, a despeito de todos os avanços tecnológicos ocorridos nas últimas décadas, continuam sendo o principal ativo de uma empresa. É por isso que acreditamos na criatividade para motivar os colaboradores envolvidos com a organização para atingir os objetivos de negócio”, disse Alexandre Petrosino, diretor geral da Saraguato.

Formada nova equipe de planejamento Saraguato

Recém chegados, novos colaboradores vem trazendo grande reforço à equipe de Planejamento da Saraguato! Depois da chegada do novo Diretor de Planejamento Zuma Mota, os planners Maria Fernanda Takigawa, Diego Calderan, Luísa Alves e Rafael Shinohara completam o grupo desenvolvendo ações junto aos clientes da empresa.

A principal característica deste time é a experiência em outras áreas além da trajetória em planejamento: com um perfil mais senior na área, Fernanda (ex-Innova) agrega pelo seus conhecimentos anteriores também com produção, já Diego (Ex-Boa eventos) também atuou em departamentos de marketing como cliente, Luísa (ex- Recheio Digital) trabalhou por anos em estratégias de marketing digital e Rafael coloca em prática os conhecimentos acadêmicos que adquire na universidade.

Que sejam todos bem vindos para essa ótima troca de aprendizado!

Philadelphia inicia “Pratique Cozinhaterapia no Mercadão”

A sequência de eventos gratuitos que recomendam“Pratique Cozinhaterapia no Mercadão” começou no último sábado, 5 de maio, com participações muito especiais no espaço Gourmet do Mercado Municipal da capital paulista, principal ícone gastronômico da cidade.

Philadelphia reafirma o posicionamento “Espalhe a Leveza” com a campanha que mostra o quanto cozinhar pode ser prazeroso e um ótimo motivo para juntar os amigos e família. A “Cozinhaterapia” promove ações de merchandising, desenvolvidas pela Saraguato/WTL e criadas pela agência CASA (digital), do Grupo JWT.

Durante quatro sábados, o público participa de encontros de gastronomia e entretenimento com o Chef Guga Rocha. Cada evento tem uma temática diferente que incentivam os consumidores a praticarem Cozinhaterapia. Por isso, no dia 05, o tema foi “Uma pitada de humor” e o blogueiro Caio Novaes, do Ana Maria Brogui ganhou a disputa com o blog “Jovem Nerd”. Foram mais de 10 mil votos computados na página do Facebook.

O prato escolhido foi o frango ao forno com Philadelphia, feito também por um chef.

Acompanhe agora como foi esse primeiro dia:

A próxima votação começa dia 14 e vai até 28 de maio com os blogs Acidez Feminina versus Papo de Homem. Um deles será escolhido para o próximo tema: “Conquistando pelo Estômago”.

Outra  novidade da marca é que, além do filme publicitário da campanha, protagonizado por Cesar Cielo, Didi Wagner e Dani Calabresa, foram produzidos três episódios, nos quais cada um deles pratica “Cozinhaterapia” na companhia de seus amigos e família. Eles  podem ser vistos exclusivamente nas redes sociais da marca.

Confira o calendário dos próximos eventos:

09/06 Conquistando pelo Estômago

07/07 Viagem de Sabores

18/08 Misturando Pessoas

Esvaziando armários por uma boa causa

Início de maio já é tempo do frio assumir seu lugar. Há quem acredite que o inverno é a estação mais elegante do ano e por que não compartilhar a elegância que vem do seu armário com o próximo? Por isso que sempre nesta época, Kinomaxx, Saraguato e Gamemaxx mobilizam seus colaboradores para a Campanha do Agasalho.  Convidando a todos para dar aquela geral no guarda-roupas e se desfazer do que não quer mais, o grupo tem como objetivo realizar doações às entidades que tradicionalmente colabora.


Assim até o dia 25 de maio, o Departamento de Recursos Humanos recebe os objetos doados. Depois tudo é encaminhado ao Lar de Idosos Vivência Feliz, que abriga hoje 26 idosos que ficam internos, 73 crianças na creche, além dos 50 a 60 moradores de rua que recebe diariamente. A outra Instituição é MAESP, que tem crianças e adolescentes de 0 a 18 anos os quais ficam internos, totalizando 46 pessoas.

 

25ª Semana de Criação – #4 A publicidade hi-tech do Japão

Atrasou, mas saiu! O último post que conta um resumo do que rolou na 25ª Semana da Criação, que aconteceu na semana passada no Teatro Raul Cortez com a organização da ESPM.  Aqui iremos abordar as novidades trazidas do oriente por Yukio Nakayama da ECD Global Solutions Center, uma parte da Dentsu que foca em inovação e novas soluções.

Confira:

Palestrante: Yukio Nakayama da ECD Global Solutions Center

O palestrante começou falando um pouco de seu passado e de sua formação como biofísico o que explica a teoria dele de associar publicidade, com polén e abelhas.  Segundo Yukio no nosso meio o pólen é a mensagem e os insights criativos e as abelhas são a maneira como entregamos e espalhamos essa mensagem para o público.

E se a mensagem é o pólen e as abelhas a maneira de entrega, no Japão essas abelhas são mutantes e cibernéticas já que de acordo com os cases apresentados por Yukio, a tecnologia é realmente a maneira que os nipônicos acharam para prender e reter a atenção do público.

Em uma apresentação recheadas de cases, selecionamos os mais bacanas :

Touch Wood Comercial

O comercial do celular com case de madeira, tinha no briefing apenas a informação de que deveria focar no material especial do case. Inspirados em uma antigo comercial japonês eles resolveram inovar e fazer todo um caminho de madeira, filmado por várias câmeras e no meio da natureza. Dava para ser mais simples? Sim, mas não é assim que funciona no Japão.

ToyToyota – Backseat Driver

No Japão o hábito de andar de bicicleta só aumenta entre os jovens e isso preocupa as montadoras de carros, que já não estão vivendo um de seus melhores momentos. Com a queda do público a Toyota resolveu pensar longe e focar nos futuros consumidores, criando assim a Toy Toyota, dedicada a lançar aplicativos para que as crianças peguem o gosto por carros logo cedo.

Toyota: Fastest Painted Website  

Aqui novamente a Toyota mira no público jovem, desta vez entre os adolescentes e a força deles nas redes sociais criando um site interativo que foi pintado ao vivo e em tempo real. Além da criação on time, que liberava os botões assim que eles eram finalizados, ainda criaram dois postinhos de redes sociais que piscavam a cada tweet/curtir que o site recebia.

iButterfly

Imagina juntar em em só projeto um híbrido entre realidade aumentada, game, foursquare e cupons de desconto.Parece difícil não? Mas eles conseguiram através do aplicativo para iPhone, iButterfly.

iPad Magic

Até para virais os japoneses tem uma criatividade sem fim, olha só essa mágica de rua para promover o iPad e a Apple Store. É ou não é o melhor uso da tecnologia em mágica que você já viu?

Yazaki Pop Up Introduction

Esse é um case bem interessante, porque mostra o uso da tecnologia em uma ação B to B, onde uma empresa gostaria de alçar novos negócios e como não dava para levar todo o staff para o stand do evento e fazer a apresentação, eles criaram as figuras em realidade aumentada, onde dava para conhecer dos operários até a diretoria.

http://vimeo.com/27729643

Melody Road

Case ganhador do leão de ouro em Cannes, mostra uma estrada onde quem passa na velocidade adequada, escuta uma sinfonia durante o trajeto, o que além de acabar com os acidentes naquela via ainda tornou a estrada um ponto turístico nacional.

Make Up Harmony

No último case a gigante dos cosméticos Shisheido traz um aplicativo que consegue fazer o difícil caminho de começar a ação no online e terminar no ato da compra na loja. Vale conferir:

25ª Semana de Criação – #3 A queda da mídia tradicional e um mundo mais direto

Para o terceiro dia da 25ª  Semana da Criação, o VP executivo da Wunderman NY defendeu algumas posições estratégicas dentro e fora das agências de publicidade, além de mostrar cases de ações BTL feitas por eles, e pelas agências parceiras do grupo pelo mundo.

Um mundo onde a mídia tradicional perde a força e é preciso pensar além para atingir seu público. Confira:

A queda da mídia tradicional e um mundo mais direto

Palestrante: Nick Moore, líder de Criação e VP executivo da Wunderman de Nova Iorque.

Para começar, ele fez algumas analogias de mundo real e mundo idealizado da publicidade, mostrando como nós, publicitários, fantasiamos e temos poder dentro da mente do consumidor. Foi usado o exemplo de publicidade de carros,  onde por vezes vendemos um Corolla como se fosse uma Ferrari.

A magia de transformar algo em objeto de desejo, está em criar relevância de produto, e fazer dele algo de desejável, que faça os olhinhos das pessoas brilharem ao entrarem em contato com esse produto. E como fazemos isso?  Usando a mais clichê de todas as frases (também usada por Moore e citada por ele como o maior clichê da publicidade): Pensando fora da caixa!

Sem desmerecer o lançamento de um produto pela tevê ou qualquer outro meio de massa, ele mostrou o lançamento do Nokia Lumia 800 , que segundo ele, custou muito dinheiro, muito mesmo! Mas não custou tanto quanto lançar um celular no intervalo do Super Bowl, ou em qualquer outro programa de grande audiência.

Essa ação da Nokia fez com que milhares de londrinos tivessem um contato direto com a marca, uma experiência única, e no mundo de hoje, ainda mais no caso da telefonia móvel, o momento coletivo é muito importante, sem ele não somos nada. Postar nas redes sociais, mostrar pros meus amigos que eu estava lá, é o que me faz ser membro de um “grupo”.

Outro case apresentado foi o lançamento da Range Rover Evoque, foram mostradas as  várias ações que aconteceram para marcar o lançamento do carro em Nova Iorque: Projeções, instalações, apresentação no salão do automóvel NY, personalização das Range Rovers de celebridade.

Tudo isso para marca estar mais próxima ao seu consumidor. No mundo direto as pessoas tem o poder em suas mãos, os formadores de opinião propagam a mensagem e as pessoas podem ou não da um “like” naquilo que gostam.

Abaixo um dos vídeos da campanha, o restante você confere no canal da marca no Youtube.

Alguns outros cases interessantes:

Ecolabel

Para divulgar o selo europeu de sustentabilidade, antes pouco conhecido, foi criada uma ação no qual os compradores de produtos portadores do selo, “ganhavam” um botão de flor real, monitorada e cuidada por ele via facebook.

Ao desabrochar, o “dono” ganhava prêmios. Fazendo assim, com que ele se comprometesse a cuidar virtualmente essa flor real.

Bonafont

Aproveitando a deixa que o brasileiro toma menos água do que o recomendado, a Bonafont criou… a Tweeting Fridge!

Essas geladeiras foram enviadas para as pessoas mais influentes do twitter, e toda vez que ela é aberta, é postada uma mensagem no twitter da celebridade lembrando os brasileiros a tomarem água.

Ela também avisa o seu dono que está na hora de beber água. E cada mês, uma nova geladeira é enviada a uma celebridade do Twitter.

25ª Semana de Criação
Data: 26 a 30 de março de 2012
Local: Centro Fecomércio  de Eventos – Teatro Raul Cortez
Endereço: Rua Dr Plinio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo-SP

25ª Semana de Criação – 2# 05 lições da publicidade argentina

Continuando nossa cobertura da 25ª Semana de Criação, falaremos um pouco do bate-papo com Seto Oliveri, diretor de criação da Leo Burnett Argentina, que trouxe 05 lições que os argentinos podem ensinar para os criativos brasileiros.

Confira:

05 Lições da Publicidade Argentina

Palestrante: Seto Oliveri , diretor geral de criação da Leo Burnett Argentina 

Responsável por grandes cases da filial da Leo Burnett da Argentina, Seto começou mais direto e disse que no final das contas, criatividade tem que gerar dinheiro, se não a agência não vive. Por mais apaixonada que seja sua ideia ela tem que vender, mas isso não significa que ela tem quer ser uma ideia enlatada, aqui o foco é exatamente como tornar ela original e ele vai dar 05 dicas regadas com cases e historinhas para te ajudar com isso.

1#  É melhor ter ideias do que desculpas – Desculpas não ganham prêmios, ideias sim, então a agência tem  que  ser a prova de egos e concentrar os esforços em ideias para resolver os problemas e não em desculpas para barrarem as ideias.

O case que ele cita aqui é o incrível case da Fiat onde o briefing era o lançamento de um novo motor, algo que além de não atrativo ainda não se tinha a peça exata para se fazer um evento ou um anúncio comum. Mas eles não enxergaram o fato de não ter o motor uma desculpa para fazer algo medíocre sem levar carcada, e sim como uma oportunidade de poder ir além, e eles realmente foram transformando o lançamento em um case policial que virou sensação na Argentina.

Isso sim é pensar fora da caixa!

2# Não dê nada por estabelecido – Tudo deve ser tratado como novo, esqueça o histórico, é hora de começar com a página em branco.

Antes ele introduz uma história de experimentos feitos em macacos, que sempre que tentavam alcançar uma banana em uma escada sofriam um castigo, um após o outro. Eis que percebesse que depois de uns 10 macacos levarem castigos, os demais macacos já não iam atrás das bananas, eles desistiam mesmo sem nada de concreto tendo acontecido com eles. E é exatamente assim que matamos nossas ideias no brainstorm.

Aqui o case que ele usou para ilustrar, foi uma campanha do agasalho que pelo briefing deveria ser apenas um institucional que mostrasse as famílias necessitadas e os números da conta, assim como havia sido feito nos anos passados.  Eles resolveram ignorar esse briefing e propor algo novo, bem mais legal e que ia resolver o problema do cliente. Uma ação de guerrilha em Palermo, que ao final deu um super resultado em mídia espontânea.

3# Pensar nas marcar e não na agência – Ganhar prêmios é bacana, ter uma baita ideia louca também mas temos que nos concentrar em algo que realmente tenha resultado para o cliente.

Como no case citado por ele MTV Switch, que queria um comercial no estilo MTV para a campanha de aquecimento global e mesmo eles querendo ir ao extremo do No Sense por ser um canal jovem, eles reconheceram que aquele briefing não tinha esse propósito.

Eles então tocarão dois outros comercias, que ainda sim respeitavam o estilo MTV mas com a pegada mais séria e de impacto que o briefing pedia.

4# Ser utópico dá mais oportunidades – Pensar alto traz mais oportunidades do que pensar pequeno.

Aqui ele cita o case de uma concorrência ao qual eles concorreram para uma loja de produtos tecnológicos, onde a ideia que surgiu foi: Vamos fazer um viral com o carro do De Volta para o Futuro entrando na loja, e depois deixar ele lá em exposição.  Daí a gente contrata o ator do filme para ser garoto propaganda.

Apesar da louca ideia, e da verba ultrapassar o briefing, o cliente reconheceu que ali estava uma oportunidade incrível, e eles levaram a concorrência. Não se pode ter medo do utópico, porque apesar dele ser arriscado, ele pode dar muito resultado.

5 # Diversão – Muita pressão e stress podem queimar sua lâmpada criativa, então relaxe e se divirta durante o processo. Afinal, um layout ou um ppt nunca terá a mesma pressão que uma operação de vida e morte. Então já que escolhemos ser publicitários e partindo do suposto que fazemos o que gostamos, porque perder tempo com stress?

Aqui os cases que exemplificaram a dica foram os clássicos comercias bem humorados da publicidade argentina.

25ª Semana de Criação
Data: 26 a 30 de março de 2012
Local: Centro Fecomércio  de Eventos – Teatro Raul Cortez
Endereço: Rua Dr Plinio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo-SP

 

25ª Semana de Criação – 1# Desconstruindo Don Draper

A 25ª Semana da Criação, acontece nessa semana no Teatro Raul Cortez no prédio do FenComércio, e traz com ela grandes nomes da publicidade mundial para bate-papos e palestras que tem como objetivo blindar os criativos contra os matadores de ideias.

Realizado pela ESPM o evento acontece até dia 29/03 aqui em São Paulo, mas se você por algum motivo não pode comparecer, sem problemas o Blog da Saraguato esteve presente e fará uma série de posts com as melhores palestras do evento. Confira!

Desconstruindo Don Draper

Palestrante: Adrian Ho , sócio e fundador da Zeu Jones.

O papo com o sócio e fundador da Zeus Jones, uma agência que tem um posicionamento inovador quebrando com os paradigmas da publicidade, diz em poucas palavras que o jeito Don Draper de ser é antiquado e extremamente tóxico.

Começando a palestra com uma associação do atual meio publicitário com a teoria de obediência por autoridade, que prova que,  em alguns casos, deixamos de agir conscientemente e acabamos acatando a autoridade do cliente com medo de repressão.

Ele linka esse estudo com o estilo clássico de trabalho do publicitário, que é egocêntrico, egoísta e que por trabalhar com pessoas, acaba às vezes perdendo um pouco da humanidade e inocência. O que é normal, aprendemos com nossos chefes e com os chefes dos nossos chefes, que temos que enganar o cliente, que a criação é lerda, ou o atendimento é chato. Aquelas regras gerais que ninguém sabe de onde surgiu.

Com o discurso de que é melhor mudar seu trabalho do que o trabalho mudar você, Ho criou a Zeu Jones que é uma agência de propósitos. Onde o objetivo não é somente ganhar prêmios, mas sim, ganhar prêmios e devolver algo para o consumidor, fazer publicidade útil sem perder a humanidade.

Um exemplo legal que ele citou foi os mendigos Wireless do festival do SXSW, que a primeira vista parece muito interessante, mas se a gente parar para pensar, eles são pessoas que foram reduzidas a um serviço, uma vending machine humana, sim, eles estavam ganhando com isso, mas existem outras formas de se fazer isso. Certo?

Na Zeu Jones o objetivo é pensar e criar para que o cliente seja útil para o consumidor, marcas que tenham uma utilidade no novo modelo de consumo, onde o contato entre empresa x consumidor ficou muito mais próximo, ainda mais com o “boom” das redes sociais.

Segundo eles agora as marcas são conhecidas pelo que elas fazem e não pelo que elas dizem ser.

Abaixo você confere alguns dos cases da Zeu Jones e sua publicidade para o bem:

Tablespoon – General Mills

One Beyond – Purina

VirtuWell

Outras referências com o mesmo tema: http://shop.breadpig.com/

25ª Semana de Criação
Data: 26 a 30 de março de 2012
Local: Centro Fecomércio  de Eventos – Teatro Raul Cortez
Endereço: Rua Dr Plinio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo-SP.
 
%d blogueiros gostam disto: