Conheça o FlipBooKit

Em 2011, artistas Mark Rosen e Wendy Marvel criaram uma série de maravilhosas flipbooks mecânicas com base no trabalho de Eadweard Muybridge, o cara responsável por pioneiros estudos fotográficos de movimento.

Depois da turnê em galerias de arte aparições bem-recebidas na Maker Faire 2012, a dupla se uniu com a fabricação do designer Steven Goldstein para criar kits que meros mortais como eu e você podem usar para criar imagens em movimento nostálgicos.

Um quadro aqui, outro acolá…

Daquelas ideias que você vai dizer: por que eu não pensei nisso antes???

O artista plástico californiano Randy Noborikawa pinta quadros os quais você pode pagar por um e levar dois. Por que? Simplesmente porque ele usa uma singela técnica de alto relevo na tela e as ondulações permitem que ele possa pintar duas imagens no espaço de um quadrado. O método é conhecido como pintura lenticular, uma técnica tradicional para construir ilusões de ótica, mas nunca tinha visto sendo usada dessa forma, como imagens totalmente distintas.

Enjoy!

Pequenas ideias, grandes criações: acrobatas-pregadores

Aquela máxima de que são as pequenas coisas que fazem grande diferença vale muito para essa ideia aqui. Pregadores de roupas poderia ter apenas essa função se alguém não tivesse um olhar diferente para o desenho que eles podem fazer em varal.

Olhar o cordão de roupas como uma corda bamba para acrobatas pode sugerir mais leveza a uma simples atividade doméstiva. Foi este o insigt que o designer Oded Friedlandteve. Ele criou os pregadores Pegzini Family inspirados em cinco acrobatas que parecem se equilibrar no varal enquanto seguram suas roupas.

Veja o efeito de todos juntos no varal!

O livro que não pode esperar

Haja gente que não tem tempo de ler todos os livros que compra. E se esses mesmos livros parassem de ter tempo para esses leitores? Como? A agência mexicana DraftFCB criou uma versão do livro “El Futuro no es Nuestro”, de Diego Trelles Paz, de uma maneira muito interessante. Esta edição, ao contrário de todas as outras, é impressa com uma tinta especial, que desaparece em dois meses a partir do momento que for descompactado. Ou seja, quem não ler neste tempo, vai ficar apenas com um livro de anotações!

Além de despertar o desejo de possuir o livro pelo inovação, ele promove também a leitura pela curiosidade. E sem dúvida a ideia está para lá de alinhada com o título do livro, né? Esse grande projeto levou a editora a ganhar vários Leões de Ouro em Cannes e, claro, mais leitores pelo mundo.

Tudo de Lego, até a Elizabeth II!

Capa de iphone, animação, videogame, relógio, armário, tabuleiro de xadrez e até apartamento inspirado no jogo! Muitos criadores têm ampliado ainda mais a paixão pela marca e gerando quase que uma competição entre empreendimentos singulares que usando Lego como mote. Dessa vez foi a designer de jóias Dinny Hall…

Ela apelou para a Rainha da Inglaterra, o que tem unido a admiração dos ingleses ao amor pelo joguinho de montar. A administração do parque temático Legoland em Windsor, oeste de Londres, agradece. Ótima ideia para uma marca na qual a criatividade envolve muito mais do que a montagem de peças coloridas!

Os Vingadores e a saga dos artistas

Após a estreia do filme “Os Vingadores”, além das ações publicitárias na divulgação do longa, os fãs puderam conferir a criatividade de alguns artistas com seus heróis estilizados. Entre os designers destacam-se Guy Seese e Chris Mitton que produziram réplicas perfeitas de todos os personagens principais do filme! Tudo foi feito com objetos comuns do cotidiano como brinquedos, lápis, carrinhos, latinhas, etc.

Já o ilustrador Val Cabadonga fez cartazes minimalistas para comemorar a estreia.

Stacked Wines – 4 taças, uma única embalagem

Depois da garrafa de vinho que podia ser reciclada em três novos objetos virar um sucesso no Blog, agora é a vez de outra marca de vinho ganhar destaque, e novamente chamando a atenção pelo design, a Stacked Wines.

Desenhado para servir quatro pessoas, a embalagem foge do tradicional e contém quatro peças individuais que montadas formam a garrafa. Assim fica mais fácil para dividir com os amigos ou até para consumo individual, facilitando o transporte e o armazenamento. Isso sem falar que depois da para aproveitar as quatro peças como potes.

Criado pelos colegas de faculdade Matt Zimmer, Doug Allan e Jodi Wynn, a empresa hoje possui entrega selecionada em alguns lojas americanas e vende também pelo site: http://stackedwines.com/shop

Um case perfeito de como a embalagem pode ser um diferencial para o produto. Confira as fotos:

Pure-Bottle – A garrafa de vinho que pode ser reaproveitada como 03 objetos diferentes

Dificilmente vemos embalagens que conseguem ser criativas e sustentáveis com o projeto do estúdio espanhol Lucirmás, que criou a primeira garrafa de vinho que após o consumo pode se transformar em três objetos: Uma colher estilizada, um porta-velas e um copo.

Entitulada de Pure-Bottle a embalagem é feita de vidro reciclável e as peças são feitas individualmente antes de serem combinadas e formarem a garrafa, que é selada usando uma outra fina camada de vidro.

Apesar de estar em sua fase conceitual, vale a pena conferir aquela que pode ser um exemplo de embalagem+ design sustentável.

Incríveis designs #8 – Salão Permy Mi Jang Won na Coréia do Sul

Quem estiver pelas ruas da Coréia do Sul pode se surpreender ao ver o simpático salão de beleza Permy Mi Jang Won, com todo o seu estilo retro e seus tons de azul “geladeira vintage”.

Criado pelo escritório de arquitetura coreano M4, o salão é todo em tons sóbrios e trazem uma combinação de branco, marfim e muito azul bebê. Além das cores a decoração também é fantástica e conta com cadeiras arredondadas e um lava cabelos estilizado em prata.

Com 36 metros quadrados no total, o layout do salão é simples, na frente fica o salão principal e nos demais cômodos os espaços privativos que incluem uma salinha para café. A fachada com grandes espaços de vidro, convida os passantes a conhecer o interior do salão.

Confira as fotos:

Sapatos de salto alto criativos by Kobi Levi

O estilista israelense Kobi Levi tem uma obsessão por sapatos de salto alto e não poupa sua imaginação na hora de criar os mais amalucados e inusitados modelos de sapato que você já viu. Segundo o estilista todos os modelos são usáveis, e considera cada um como uma obra de arte, um híbrido entre o design e conceito.

Que os sapatos são extremamente divertidos a gente sabe, mas será que alguém teria coragem de usá-los nas ruas?

Abaixo você confere alguns dos modelitos:

%d blogueiros gostam disto: